Secretários municipais de Segurança pedem mais recursos do Susp

Gestores municipais pedem mais participação na implementação do Sistema Único de Segurança Pública (Susp) e, principalmente, que a União repasse mais recursos para as prefeituras aplicarem em ações preventivas de segurança pública. Após encontro com o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, o presidente do Conselho Nacional de Secretários e Gestores Municipais de Segurança (Consems), Manoel Alencar, falou sobre a necessidade de os municípios serem contemplados no Susp. “Ajudamos a construir uma proposta para a criação do sistema, mas acabamos ficando de fora do projeto aprovado pelo Congresso…

Veja mais...

Batalhão Escolar: dentro e fora dos colégios

Valter Campanato/Agência Brasil

O Batalhão Escolar da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) é responsável pela segurança externa de colégios públicos e privados da região. Em 1989, eram 914 policiais para 529 estabelecimentos de ensino. Em 2018, foram 304 policiais para 1.250 escolas públicas e particulares. “É humanamente impossível a gente dar conta da violência escolar. Pensando nisso foi que buscamos ajudar a  comunidade de outra forma”, apontando as escolas cívico-militares como a solução”, disse a capitão da PMDF Cristiane Caldeira. A capitão é uma das responsáveis pela implantação do modelo de gestão…

Veja mais...

Escolas cívico-militares: divergências marcaram debates preparatórios

Valter Campanato/Agência Brasil

Ao longo das férias, durante as reuniões sobre a implementação das escolas cívico-militares, pais, professores e alunos participaram de debates acalorados. Houve dúvidas e também ausências durante os encontros. Portaria que trata da implementação do modelo foi publicada no dia 31 de janeiro. Mães, pais e responsáveis apoiam o projeto, pois acreditam que reduzirá a violência e melhorará o desempenho dos estudantes. É o caso da dona de casa Rosa Lima Nogueira, 47 anos, moradora do Recanto das Emas, mãe de Mirelly, 12 anos. “Aqui é muito violento. Não sei…

Veja mais...

Policiais militares e professores compartilharão gestão das escolas

Antonio Cruz/Agência Brasil

A primeira semana de aula nas escolas públicas cívico-militares do Distrito Federal será de adaptação. O chamado modelo de gestão compartilhada será adotado em quatro escolas a partir de hoje (11): Centro Educacional (CED) 308 do Recanto das Emas, CED 7 de Ceilândia, CED 1 da Estrutural e CED 3 de Sobradinho. A proposta é que militares atuem na administração escolar e na disciplina de estudantes, enquanto os professores serão responsáveis pela parte pedagógica. O modelo é inspirado no estado de Goiás, que conta com 50 escolas como essas. Os…

Veja mais...

No DF, ano letivo começa com escolas cívico-militares

Valter Campanato/Agência Brasil

O ano letivo na rede pública do Distrito Federal (DF) começa hoje (11) com a implementação do modelo cívico-militar em quatro escolas de regiões ao redor do Plano Piloto, área central de Brasília. São elas o Centro Educacional (CED) 308 do Recanto das Emas, CED 7 de Ceilândia, CED 1 da Estrutural e CED 3 de Sobradinho. Os colégios foram escolhidos a partir da análise socioeconômica da região, índices de violência e aproveitamento escolar. O modelo seguido é o adotado em Goiás, que reúne 50 colégios que seguem o sistema.…

Veja mais...

Decreto do indulto humanitário é publicado no Diário Oficial

Arquivo/Agência Brasil

O decreto de indulto humanitário para conceder liberdade a presos portadores de doenças graves e em estado terminal está publicado no Diário Oficial da União, na seção 1, página 4. O decreto é assinado pelo presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro. Bolsonaro assinou o decreto na semana passada, enquanto se recupera da cirurgia de reconstrução do trânsito intestinal, no Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo. A assinatura foi na presença do subchefe de assuntos jurídicos da Casa Civil, Jorge Antônio de Oliveira…

Veja mais...

EUA e Rússia disputam apoio na ONU a resoluções sobre a Venezuela

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro e o presidente da Assembleia Nacional, Juan Guaidó, que se autoproclamou presidente interino - Reuters/Direitos Reservados

Os Estados Unidos (EUA) apresentaram ao Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) projeto de resolução sobre a Venezuela, em que pedem que o país sul-americano facilite o acesso de ajuda humanitária internacional e realize novas eleições presidenciais. Em resposta, a Rússia propôs outra resolução. Na sexta-feira (8), Moscou propôs aos membros do conselho um “texto alternativo” ao apresentado por Washington, segundo diplomatas. A proposta russa expressaria preocupação com “tentativas de intervenção em questões que estão essencialmente sob jurisdição doméstica” e “ameaças de uso da força contra a…

Veja mais...

Bolsonaro concede indulto a presos com doenças graves

Wilson Dias/Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro assinou decreto de indulto para conceder liberdade a presos portadores de doenças graves e em estado terminal. Assinado ontem (8), o decreto será publicado na edição desta segunda-feira (11) do Diário Oficial da União. O texto prevê indulto nos seguintes casos: paraplegia, tetraplegia ou cegueira adquirida posteriormente à prática do delito ou dele consequente. A condição precisa ser comprovada por laudo médico oficial ou por médico designado pelo juiz executor da pena. Também foram beneficiados os presos com doenças permanentes que imponham limitação de atividade e…

Veja mais...

Grupo Pombas Urbanas completa 30 anos com espetáculo só com mulheres

O grupo Pombas Urbanas estreia hoje (9) o primeiro espetáculo da companhia teatral com uma equipe só de mulheres. Fundado em 1989, o grupo tem sede desde 2004 na Cidade Tiradentes, no extremo leste paulistano, onde tem um intenso trabalho com a comunidade. A montagem Vulcânicas faz uma relação entre as situações de opressão e violência sofridas pelas mulheres na Idade Média e o contexto brasileiro atual. A relação entre períodos tão distantes temporalmente foi feita a partir da leitura do livro Calibã e a Bruxa, da escritora italiana Silvia Federici. “Então, a gente vai entender…

Veja mais...

Presidente do Uruguai diz que Venezuela vive entre “paz e guerra”

O presidente do Uruguai, Tabaré Vázquez, disse hoje (7), em Montevidéu, que a Venezuela vive um dilema entre paz e guerra. A afirmação ocorreu durante entrevista coletiva sobre a reunião do Grupo de Contato Internacional, que engloba integrantes das Américas e da Europa, em busca de um acordo para o fim do conflito venezuelano. “Vamos ser muito claros: o maior dilema que a Venezuela tem hoje é entre paz e a guerra “, disse Vázquez, ressaltando que a reunião foi convocada pelo Uruguai, pelo México e pela União Europeia (UE).…

Veja mais...

Premiê japonês convocará reunião para discutir maus-tratos infantis

O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, disse que vai convocar uma reunião de ministros nesta sexta-feira (8), para discutir o caso da morte de uma menina de 10 anos que teria sofrido maus-tratos dos pais. A menina foi encontrada morta em casa, na cidade de Noda, província de Chiba, nas proximidades de Tóquio, em janeiro. A polícia prendeu os pais da vítima, sob suspeita de terem provocado ferimentos. Em discurso hoje (7) no Parlamento, Abe manifestou pesar porque tanto a escola quanto o Conselho de Educação não detectaram os apelos…

Veja mais...

Instituto lança aplicativo para ajudar migrantes e refugiados

A organização não governamental Instituto Igarapé lançou hoje (6), no Rio de Janeiro, o aplicativo OKA, para auxiliar migrantes, refugiados, solicitantes de refúgio e deslocados internos no Brasil na busca de serviços internos e políticas públicas. Não há necessidade de conexão com a internet. A pesquisadora Lycia Brasil, que liderou o desenvolvimento do aplicativo, explicou que foram mapeados todos os serviços e políticas públicas do país voltados para esse público. “Todo o conteúdo é georreferenciado, ou seja, nós informamos aonde as pessoas podem ter acesso aos serviços que estão mapeados,…

Veja mais...

Guedes e Maia reúnem-se hoje à tarde no Ministério da Economia

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, terá reunião com o ministro da Economia, Paulo Guedes, hoje (5), às 15h, em Brasília. Eles devem discutir as propostas de reforma da Previdência e de ajuste fiscal. Ontem (4), na primeira sessão do Congresso Nacional, Maia afirmou que serão prioritários temas como as reformas da Previdência e tributária, a retomada do crescimento econômico, a redução da violência e o combate à corrupção. Segundo o parlamentar, o custo deficitário dos sistemas previdenciários estatais é um dos principais responsáveis pelo desequilíbrio nas contas…

Veja mais...

Grupo de Lima recomenda restrições às negociações com regime de Maduro

STRINGER

Representantes do Grupo de Lima (Argentina, Brasil, Canadá, Chile, Colômbia, Costa Rica, Guatemala, Honduras, Panamá, Paraguai e Peru), reunidos hoje (4), em Ottawa, no Canadá, divulgaram comunicado em que propõem a restrição de negócios e comércio com o governo do presidente venezuelano, Nicolás Maduro, e a comunidade internacional. A declaração, no seu último parágrafo, faz o apelo. “[Os países] fazem um chamado aos membros da comunidade internacional para evitar que o regime Maduro realize transações financeiras e comerciais com o estrangeiro, que tenha acessoa aos ativos internacionais da Venezuela e…

Veja mais...

Brasil vai ser um dos três pontos de ajuda humanitária à Venezuela

O Brasil, a cidade colombiana de Cúcuta, e uma ilha no Caribe serão os três pontos onde a oposição venezuelana vai reunir, nos próximos dias, ajuda humanitária para o país. O anúncio foi feito hoje (2) pelo líder oposicionista Juan Guaidó. Há dez dias, Guaidó se autoproclamou presidente interino da Venezuela, no lugar de Nicolas Maduro. O governo de transição, criado por ele, foi reconhecido por vários países – entre eles, os Estados Unidos e o Brasil.  Milhares de venezuelanos saíram hoje (2) às ruas: uma multidão em apoio a Guaidó e…

Veja mais...

MP pede proibição de Guaidó sair da Venezuela e bloqueio de bens

Juan Guaidó/Redes Sociais/Direitos Reservados

O procurador-geral da Venezuela, Tareck William Saab, pediu hoje (29) ao Tribunal Superior de Justiça (TSJ) para proibir o presidente interino Juan Guaidó de deixar o país, assim como o congelamento de suas contas bancárias e a alienação de bens. As ações cautelares serão julgadas pela Corte Suprema. No pedido, o procurador Saab diz que Guaidó é o responsável por fatos ocorridos no último dia 22 que “prejudicaram a paz da República, a economia e o patrimônio nacional”. Segundo Saab, Guaidó será investigado por seus atos. O promotor acrescentou que…

Veja mais...